MERCADO DE LUXO NO BRASIL….


Carlos Ferreirinha

Diretor e presidente da MCF Consultoria e Conhecimento do mercado de luxo fala sobre a crise nos negócios

 

Um dos maiores especialista no mercado de luxo do Brasil, Carlos Ferreirinha coleciona em seu currículo a realização de projetos de destaque, como a primeira pesquisa quantitativa do segmento no Brasil, a 1ª Conferência Internacional do Negócio do Luxo (AtuaLuxo) e a criação da Abrael (Associação Brasileira das Empresas de Luxo).
Diretor e presidente da MCF Consultoria & Conhecimento, Ferreirinha fala sobre o impacto da crise na indústria do luxo e comenta o “caso Daslu”, que no último mês de março ganhou as páginas dos noticiários com a prisão de sua proprietária, Eliana Tranchesi. A dona da butique foi condenada a 94 anos e seis meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, fraude em importações e falsificação de documentos. Para o consultor, que durante sete anos foi executivo da Louis Vuitton, em momentos de crise é preciso ter cautela em relação à ostentação do luxo.

 

* Por Anna Gabriela Araujo

 

Marketing – Que atributos uma marca precisa ter para ingressar no seleto time das grifes de luxo?

FERREIRINHA – É preciso ter total comprometimento com a excelência, não permitir concessões e ter a questão da qualidade absolutamente resolvida. Para ingressar no seleto time das grifes de luxo, uma marca precisa ter características de tradição, originalidade e sinais de perfeição. Mas, principalmente, ser uma marca que enaltece as observações emocionais, estimulando os sentidos dos consumidores.

 

Marketing – O que leva o consumidor da classe A a gastar milhares de reais em produtos considerados por grande parte da população como itens supérfluos?

FERREIRINHA – Mas são itens supérfluos e precisam ser. Esses produtos não são necessários e têm seu consumo pautado na estética, na originalidade e no design. O consumidor da classe A busca produtos que emitam sinais de perfeição, proveniência, ou seja, são muitos os aspectos para todos os tipos de manifestações de comportamento de consumo. De qualquer forma, esses itens precisam representar símbolos de status, ostentação e poder.

 

Marketing – Atualmente, quais as estratégias de marketing mais adotadas pelas grandes grifes do segmento?

FERREIRINHA – A estratégia mais utilizada é a democratização do acesso, que significa massificação, ou seja, gerar a percepção de acesso entre os consumidores.

Marketing – De que maneira o escândalo da Daslu, divulgado pela mídia após a prisão de sua proprietária, Eliana Tranchesi, acabou influenciando nas vendas desse que é considerado o templo do luxo no País?

FERREIRINHA – O fato causou um forte impacto no mercado. A Daslu é uma marca admirável, com grande prestígio e forte associação com sua base de clientes. Entretanto, o escândalo divulgado pela mídia representa um risco que afeta a marca, principalmente, no curto prazo.

 

Marketing – No final do ano passado, executivos das principais montadoras americanas foram muito criticados ao viajarem em jatos executivos para pedir dinheiro ao governo. Em tempos de crise o luxo torna-se sinônimo de arrogância?

FERREIRINHA – Se o luxo for usado dessa maneira, sim. Nesse caso, o que estava em jogo não era o luxo em si, mas a atitude arrogante e presunçosa dos envolvidos. Ainda assim, em momentos de crise é preciso ter cautela.

 

Marketing – Especialistas afirmam que o mercado internacional de luxo terá uma queda de, no mínimo, 10% no faturamento. Como o senhor avalia o momento atual da economia?

FERREIRINHA – O negócio do luxo não sairá ileso dessa crise, assim como nenhum outro segmento da economia. Considerando que o mercado do luxo tem se profissionalizado fortemente nos últimos anos, é absolutamente normal que o mesmo também passe por impactos provenientes da crise mundial. As quedas já são altas em diversos países. O Brasil ainda mantém ritmo de crescimento e manterá, apesar da expectativa de uma redução de 50% no ritmo que vínhamos registrando nos últimos anos.

 

Marketing – O mercado de luxo no Brasil tem registrado taxas de crescimento acima de 20% ao ano. Qual o tamanho da indústria do luxo no País e qual o impacto da crise na categoria?

FERREIRINHA – O Brasil tem mantido crescimento real a uma taxa de 17% nos últimos anos. Devido à crise, o percentual de crescimento foi de 12,5% no ano passado, período em que a indústria do luxo faturou US$ 5,99 bilhões. Para este ano, a expectativa é de 8% de crescimento.

 

Marketing – Das marcas mais luxuosas do mundo, quais deverão sair ilesas dessa crise?

FERREIRINHA – Acho difícil ter alguma marca que não seja afetada pela crise. Entretanto, as marcas que tiverem o foco ou a atuação relacionada aos conceitos de bem estar e saúde, como serviços de resorts e spas, deverão apresentar crescimento ou, ao menos, sofrer impactos menores.

 

Marketing – Um estudo recente realizado pelo instituto Ipsus Maketing mostrou que 77% dos brasileiros consomem produtos de luxo como forma de recompensa pessoal e maneira de viver com estilo e design. Outros 71% consideram o luxo como puro prazer e um modo de expressar estilo e personalidade. A forma como o brasileiro encara e se relaciona com as marcas de luxo é diferente do resto do mundo?

FERREIRINHA – Não, a relação do brasileiro com as marcas de luxo é absolutamente igual ao resto do mundo. Essa pesquisa apenas constatou que o Brasil tem a mesma relação com o consumo do luxo que os demais países. A diferença no Brasil é que essa indústria lida essencialmente com o cliente local, e o brasileiro tem um comportamento impulsivo de consumo.

 

Marketing – Para você, o que é luxo?

FERREIRINHA –Luxo é a gestão da transformação do ordinário em extraordinário, do normal em especial.

Sobre gelateriarhodes

VALORES. Comprometimento com a qualidade Transparencia,repeito e honestidade Estado de espirito pro ativo Senso de equipe Auto desenvolvimento Missao. Satisfazer,fidelizar pela qualidade e inovacao em produtos,criando um ambiente agradavel e com atendimento diferenciado e,com isso, geral resultados financeiros.Propiciar o autodesenvolvimento e participar de projetos sociais. VISAO. Ser a primeira Opcao em gelaterria e cafeteria nos mercados em que atua,oferencendo de maneira permanente,novidades com qualidade superior.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s